Pesquisa avançada
Início - Grupo Parlamentar - Atual Legislatura - Atividades - Intervenções na Ar (Escritas)
 
 
Intervenções na Ar (Escritas)
Partilhar

|

Imprimir página
18/05/2017
Central Nuclear de Almaraz – pedido de esclarecimento (DAR-I-89/2ª)
Intervenção da Deputada Heloísa Apolónia - Assembleia da República, 18 de maio de 2017

Sr. Presidente, Sr.ª Deputada Berta Cabral, porque fui interpelada diretamente pelo Sr. Deputado Álvaro Castello-Branco, peço a sua compreensão para responder de imediato à questão que o Sr. Deputado me colocou.

Sr. Deputado Álvaro Castello-Branco, não tome os outros por aquilo que faz, porque o Sr. Deputado e o seu partido tomam posições em função das circunstâncias.

Os senhores, em determinada altura, quando estavam na oposição, diziam que eram o partido dos contribuintes, eram o partido da lavoura, eram o partido dos pensionistas…

Chegaram ao Governo e esqueceram toda esta gente. Esqueceram, espezinharam, carregaram sobre todos os portugueses.
Agora, na oposição, voltam, outra vez, a lembrar-se dos contribuintes, da lavoura, dos pensionistas e de Almaraz.
E de Almaraz, veja bem, Sr. Deputado!

Sr.ª Deputada Berta Cabral, isto para dizer exatamente o quê? Que os governos anteriores não foram propriamente pró-ativos relativamente à exigência, digamos assim, de um posicionamento firme no sentido do encerramento da central nuclear de Almaraz.
E não foi só o anterior Governo, PSD/CDS. O anterior Governo do PS também não fez rigorosamente nada. Se essas posições tivessem sido tomadas de uma forma firme, muito provavelmente isso condicionaria o Governo seguinte e o atual para a necessidade da tomada de uma posição consequente relativamente àquilo que tinha sido feito.

Mas o que é que verificamos? Sucessivos governos, meio indiferentes e completamente passivos, relativamente a um perigo que espreita à nossa porta e que merecia uma atitude mais pró-ativa do Governo.

Sr.as e Srs. Deputados do PSD e do CDS, nós não simulamos rigorosamente nada, somos absolutamente coerentes e consequentes nas nossas posições.
É assim que o Partido Ecologista Os Verdes age na política: com firmeza, determinação e coerência.
No passado, exigimos o encerramento da central nuclear de Almaraz e, hoje, continuaremos a exigi-lo e faremos tudo, junto do Governo, para aqui, na Assembleia da República, esse objetivo seja, de facto, cumprido.

O nosso objetivo é o de que não haja prolongamento para além do ano 2020 da vida daquela central nuclear.


Voltar