Pesquisa avançada
Início - Comunicados - Comunicados 2014
 
 
Comunicados 2014
Partilhar

|

Imprimir página
20/09/2014
PEV questiona o Governo sobre Touradas de Morte em Monsaraz
O Deputado José Luís Ferreira, do Grupo Parlamentar “Os Verdes”, entregou na Assembleia da República uma pergunta em que questiona o Governo, através da Secretaria de Estado da Cultura, sobre a autorização concedida pela Inspeção - Geral das Atividades Culturais para a realização de uma tourada de morte em Monsaraz.

PERGUNTA:

Segundo vários órgãos de comunicação social e informações que chegaram ao Partido Ecologista “Os Verdes”, a Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC) autorizou uma tourada de morte em Monsaraz no passado dia 13 de setembro. Tourada essa que veio a ocorrer, terminando com a morte, em público, do touro.

Esta autorização foi estranhamente qualificada de “excecional”, mas que se nos afigura de fato ilegal.

A Legislação nacional em vigor proíbe e até criminaliza, os maus tratos animais, e com esta legislação é espetável que a sociedade portuguesa venha progressivamente a rejeitar e abolir os espetáculos que infligem sofrimento e sobretudo a morte a animais.

Entende-se por isso que neste espírito se venha a restringir cada vez mais esses espetáculos e não a fomentá-los ou criar mais autorizações quando elas não existem. De fato o polémico regime de exceção de Barrancos, deve ser isso mesmo, um regime de exceção e não criar a possibilidade se ir alargando essa exceção a outros concelhos ou festas.

Tendo em conta a legislação em vigor sobre a morte de touros em espetáculos e o referido regime de exceção, nomeadamente o Artigo 3º da Lei n. º 19/2002 de 31 de Julho,

Solicito, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, à S.Exª. A Presidente da Assembleia da República que remeta ao Governo, a seguinte Pergunta, para que a Secretaria de Estado da Cultura me possa prestar os seguintes esclarecimentos:

1 - Confirma que a Inspeção Geral das Atividades Culturais concedeu autorização excecional ao Município de Reguengos de Monsaraz para realização de espetáculo tauromáquico com implicação da morte do touro?
2 – Se confirma, que suporte legal e com que fundamentos, concedeu a Inspeção Geral das Atividades Culturais a referida autorização?
3 - Não considera a Secretaria de Estado da Cultura que ao conceder esta autorização, a IGAC está a promover uma atividade que pelo contrário deveria regredir no nosso país até à sua total abolição?
4 - Que medidas pondera a Secretaria de Estado da Cultura desencadear para que iniciativas desta natureza não voltem a ocorrer e para inverter a tendência de pedidos de regime de exceção que vêm surgindo ao longo dos tempos no nosso país.

O Grupo Parlamentar “Os Verdes”,
O Gabinete de Imprensa de “Os Verdes”
(T: 213919 642 - F: 213 917 424 – TM: 917 462 769imprensa.verdes@pev.parlamento.pt)
www.osverdes.pt
Lisboa, 20 de setembro de 2014
Voltar