Pesquisa avançada
Início - Comunicados - Últimos Comunicados
 
 
Comunicados 2017
Partilhar

|

Imprimir página
10/05/2018
Verdes apresentam voto de condenação pela desvinculação dos EUA do acordo nuclear com o Irão
O Partido Ecologista Os Verdes apresentou hoje, na Assembleia da República, um voto de condenação pela desvinculação dos EUA do acordo nuclear com o Irão e que será votado amanhã em Plenário, com o seguinte teor:

O Presidente dos Estados Unidos da América comunicou a saída dos EUA do Acordo Nuclear com o Irão, também designado Plano Conjunto de Ação (Joint Comprehensive Plan of Action), que foi assinado em Julho de 2015, após quase dois anos de negociações internacionais entre o Irão e o grupo 5+1 (os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU - EUA, Rússia, China, França e Reino Unido - e a Alemanha), que visa o fim do programa de armamento nuclear iraniano, em troca de um levantamento progressivo das sanções internacionais.

É absolutamente lamentável e condenável esta decisão da Administração dos EUA, que representa um retrocesso nas conquistas alcançadas e que pode ter consequências graves para a paz e a segurança mundiais.

Os EUA põem, assim, em causa este acordo, que tem como objetivo a não-proliferação do nuclear, acrescentando que voltarão a impor sanções económicas ao mais alto nível, alegando que o Irão não cumpriu o acordo, o que não se comprova pois, segundo a Agência Internacional de Energia Atómica, o Irão tem cumprindo até ao momento os compromissos que assumiu.

O desarmamento nuclear deve ser uma questão central na defesa da paz e na segurança e sobrevivência dos povos e de todos os seres vivos no planeta, combatendo a perigosa ameaça que o nuclear representa, pelo que este acordo é um instrumento positivo que importa cumprir.

Os EUA, ao anunciarem desvincular-se desse acordo, posição que apenas teve o apoio de Israel e da Arábia Saudita, estão a cometer um erro grave e a prejudicar os esforços feitos até aqui para a não-proliferação de armas nucleares.

O que se espera é que os signatários do Acordo Nuclear com o Irão continuem o seu trabalho e a sua determinação para o efetivo cumprimento dos objetivos traçados.

A Assembleia da República condena a decisão anunciada pelo Presidente dos Estados Unidos da América de retirada do Acordo Nuclear com o Irão, apelando aos países signatários que respeitem os seus compromissos.
Voltar